terça-feira, 7 de agosto de 2012

Sala de espera

Alguma coisa vai acontecer. Não sei muito bem o quê, mas vai.

Até lá espero. Mesmo no desespero, continuo esperando.

Espero algo que mude minha vida. Um e-mail, uma ligação ou até mesmo uma carta. Talvez uma mensagem em uma garrafa. No aguardo, bebo todas as garrafas.

Continuo pobre enquanto espero o resultado da mega-sena (mesmo sem ter jogado). Espero a noite chegar para não fazer nada. Espero o sono enquanto me viro de um lado para o outro. Espero um aumento enquanto aumenta o meu trabalho. Espero a fila do banheiro enquanto prendo a respiração para não mijar nas calças. Espero a comida enquanto fico cada vez mais faminto. Espero o grande amor enquanto vivo pequenos amores noturnos. Espero uma grande oportunidade enquanto não faço nada para que ela aconteça.

Enquanto nada acontece continuo esperando. E a vida, essa grande espera pela morte, passa.
Postar um comentário