segunda-feira, 16 de julho de 2012

Alguém sobe a escada

É madrugada e alguém sobre a escada. Um desconhecido sobe a escada da minha casa.

Não vejo. Não sei quem é, mas é uma figura masculina.

Ele sobe decidido. Sabe o que quer. Mesmo no escuro ele não tateia por onde passa. Conhece a casa. Anda rápido, mas pra mim a ação se passa de forma lenta.

Ele tem um objetivo e vem cumpri-lo.

Chega ao cume e vem em direção onde estou. Nem mesmo olha para o banheiro ou para os outros dois quartos, um deles com a porta aberta.

Tem algo na mão direita. Algo que irá usar para cumprir sua meta. Uma arma? Um machado? Um martelo? Uma faca?

Se aproxima e praticamente encosta o corpo à porta. Toca a mão esquerda na maçaneta...

Acordo.

Me viro e olho para a porta. Misteriosamente a luz se acende. Meu coração dispara.
Postar um comentário