quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

O esperado acontece

Fosse casado poderia acordar assustado com uma mulher gritando e o xingando para que acordasse logo por estar atrasado.

Ou então acordaria recebendo um inesperado sexo oral matinal.

Existia também a possibilidade de ao voltar do sonho olhar para o lado e ver que passou a vida com alguém que não amava.

Mas não.


Era solteiro e acordou com o despertador o despertando.

Se tomasse café passaria mal, ou bem, dependendo do que dizia a mais nova pesquisa da semana sobre o café.

Corria o risco de derramar o líquido e além de trocar a roupa e se atrasar, queimar a perna.

Havia ainda a chance de a bebida o deixar mais animado para o trabalho.

Mas não.


Tomou um achocolatado e saiu.

Se fosse de carro era possível que fosse assaltado no semáforo e, reagindo, tomar um tiro na fuça.

Não era impossível que fosse um dos participantes do maior engavetamento da história da cidade, que envolveu 748 veículos (com ele seriam 749).

Passar por uma manifestação também estava dentro das possibilidades, já que naquela manhã havia um protesto real com pessoas que carregavam faixas com dizeres do mundo virtual que defendiam os direitos dos animais de estimação de também ter um animal de estimação, já que eram bichos de estimação de pessoas que não tinham estima.

Mas não.

Não tinha carro e foi de ônibus.

No ônibus arriscou-se a encontrar alguém que conhecia, mas não queria conhecer e ser obrigado a conversar com essa pessoa mesmo sem ter o que conversar.

O ônibus em que estava também poderia ser sequestrado por um sobrevivente de uma chacina de moradores de rua que o manteria no ônibus por quase cinco horas.

Teve a chance também de esbarrar com uma moça, derrubar sua sacola e quando abaixar-se ela também se abaixar e os dois pegarem a sacola e levantarem se olhando e essa mulher ser a Julia Roberts e ele se apaixonar e casar com a Julia Roberts, que lhe acordaria com um inesperado sexo oral matinal.

Mas não.

Nada de inesperado aconteceu e ele chegou ao trabalho normalmente.
Postar um comentário