quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Ele, ela e a operadora - Parte II

Ficou o dia inteiro na cama. Não se atreveu a comer e vomitou o que bebeu.

Próximo às 21h o apetite começava a abrir, parece que agora vai.

Depois cometeria o mesmo erro: beber o máximo que o corpo aguentasse.


Claro, sabia que iria se arrepender, da mesma maneira que estava arrependido agora. Mas não ficaria em casa em pleno sábado à noite.

Estava na idade em que sábados jamais eram perdidos e um sábado ganho era aquele que tinha muito álcool.

Mas aonde ir? Sua única comunicação ao longo do dia foi com a televisão, a cama e a privada.

Sacou o celular e disparou uma mensagem coletiva. “E aí? Vai fazer o que hoje?”.

A mensagem também não era tão coletiva. Selecionava os contatos de acordo com a frequência com que saia e dava preferência aos contatos femininos.

Quando passou pelo nome dela sua face veio à mente. Por 26 segundos pensou se deveria mesmo enviá-la. Enviou, mas sem fé na resposta.

- Naum sei ainda e vc? (21h15)

Buscou passar a impressão de que a mensagem fosse única.

- Naum sei tmb. Por isso mandei msg, pra ver se vc tinha alguma. (21h16)
- Hum. Pur enquanto nd. (21h20)

- E vai continuar assim? (21h20)

- Assim como? (21h23)

- Fazendo nada. (21h23)

- Num sei ainda. (21h27)

- É, pelo jeito vai. Tava ah fim de faze alguma. (21h27)

- Acho que vou ficar em ksa. (21h30)

- No sábado? Ah, vamo tomar alguma coisa. Uma cerveja, um vinho...um banho! (21h31)

- oiuHEIueiouEIOUiheuhu abusado! (21h31)
- Vô ficar em ksa mesmo. Tô sem carro. Meus pais foram viajar. (21h32)

- Mas eu tô de carro. Vamos fazer alguma entaum!? (21h32)

- Ah. Tô meio sem grana tbm. (21h38)

- De boa, eu pago a bera hj! (21h39)

- Ah, não curto muito sair sem grana. (21h47)

- Cheia de mimimi né!? (21h47)

- Ah, não é, mas tô ah fim de ficar em ksa mesmo. (21h53)

- É, eu tbm. Tô com vontade de ficar na tua casa! Oauehoaueoiuahoieu (21h53)

- ouaieuoaiuehioauehoiauheoiau besta! (21h55)

- Mas é sério! Aoiueioauehiouaoihu (21h56)

- Vem aqui então. Traz aquela bera que vc disse que ia pagar. (21h57)

- Tá bom. Que hrs posso ir? (21h59)

- Vô toma banho. Daqui uns 40 min pode vir. (22h04)

- Blz. Num lembro direito onde que eh. Me passa o end certinho. (22h06)

- ...

- Tá viva? (22h50)

- Tá. Me chama e não passa o end. Bem Curitibana mesmo neh!? (23h15)

- ...

- Se não queria que eu fosse por que chamou então? (00h23)

Foi dormir sem resposta. Com cervejas e camisinhas intactas.

Durante a madrugada de segunda para terça-feira recebeu as mensagens (7). Meio dormindo, demorou a entender, mas com uma lembrança dolorida, recordou-se. 

Tim, viver Com fronteiras...e abstinência sexual.


----

Confira a primeira estória de "Ele, ela e a operadora".
Postar um comentário